Bem-vindo , você está logado.

Onde você está ?

TôSabendo.com

19/05/2017

Goldfajn diz que BC trabalha para manter funcionalidade do mercado

Agenciabrasil.ebc.com.br

O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, disse hoje (18) que a autoridade monetária está trabalhando para manter a funcionalidade do mercado. Goldfajn chegou no final da tarde ao Ministério da Fazenda para uma reunião com o ministro Henrique Meirelles.

?Estamos fazendo nosso papel de manter a funcionalidade do mercado trabalhando de forma serena, de forma firme, usando os instrumentos que a gente tem. Nós estivemos intervindo no mercado de swaps [leilão de dólares] em coordenação com o Ministério da Fazenda e o Tesouro Nacional, que anunciou alguns leilões. Estamos trabalhando para atravessar esse período?, disse.

O presidente do BC não quis comentar possíveis efeitos da atual crise política sobre a Selic, taxa básica de juros da economia, atualmente em um ciclo de queda e que caiu um ponto percentual, para 11,25%, na última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central em abril.

?A questão que estamos trabalhando hoje não tem relação mecânica e direta com a política monetária. A política monetária é uma decisão que será tomada nas reuniões ordinárias do Copom, baseada nos objetivos tradicionais do comitê?, disse Goldfajn. A próxima reunião do comitê ocorre em 30 e 31 de maio.

Ontem (17), antes de uma reportagem de O Globo antecipar a divulgação de parte do conteúdo da delação dos empresários Joesley Batista e Wesley Batista, donos do grupo JBS, dar início a uma crise política envolvendo o presidente da República, Michel Temer, e o senador tucano Aécio Neves (PSDB-MG), Goldfajn chegou a sinalizar que o Copom poderia intensificar o ritmo de redução dos juros.

O encontro com Goldfajn não estava na agenda de Meirelles, divulgada por volta das 20h de ontem (17) e foi incluído no fim da manhã de hoje (18), substituindo uma reunião com o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), que foi desmarcada.

Intervenções

O BC fez hoje quatro leilões de swap cambial tradicional, o que equivale à venda de dólares no mercado futuro e ajuda a segurar a alta ou forçar uma queda da moeda. Tanto o BC quanto o Tesouro Nacional divulgaram notas pela manhã afirmando que estavam monitorando os mercados. O dólar nesta quinta-feira fechou com alta de 7,9%.

O Tesouro também atrasou a abertura do Tesouro Direto ?devido à forte volatilidade nas taxas de juros dos títulos públicos?. Por volta das 10h, o Tesouro informou que, também em razão da volatilidade no mercado, não realizaria leilões de venda de Letras do Tesouro Nacional (LTN) com vencimentos em abril de 2018 e 2019 e em julho de 2020. Houve ainda o cancelamento do leilão de Letras Financeiras do Tesouro Nacional (LFT) com vencimento em março de 2023.

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) chegou a paralisar as atividades no início do pregão desta quinta-feira. As operações foram suspensas por meia hora a partir do mecanismo do circuit breaker, que amortece movimentos bruscos do mercado. A paralisação ocorre sempre que o Ibovespa cai mais do que 10%. Na abertura desta manhã, índice da bolsa chegou a cair 10,6%.

 


Continue lendo na matéria original...


Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Outras notícias